sábado, abril 20, 2024
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO AMAZONASspot_imgspot_img

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA AM

InícioMANAUSSOCIEDADEAção e Reação. Exigências e Retribuições da Vida !

Ação e Reação. Exigências e Retribuições da Vida !


Maria Jiló é uma senhora de 92 anos, miúda e tão elegante , que todo dia às 08 da manhã ela já está toda vestida, bem penteada e discretamente maquiada, apesar de sua pouca visão.

Hoje ela se mudou para uma casa de repouso: o marido, com quem ela viveu 70 anos, morreu recentemente e não havia outra solução.
E quem pensa que Maria Jiló se abateu?

Sugestão de publicação:  NAIR DA COSTA CASTRO

– Cada dia é um presente, e enquanto meus olhos se abrirem, vou focalizar o novo dia, mas também as lembranças alegres que eu guardei para esta época da vida. A velhice é como uma conta bancária: você só retira aquilo que guardou. Então, meu conselho para você é depositar um monte de alegrias e felicidade na sua Conta de Lembranças. E, aliás, obrigada por este seu depósito no meu Banco de Lembranças. Como você vê, eu ainda continuo depositando e acredito que, por mais complexa que seja a vida, sábio é quem a simplifica.


A minha receita? Simples assim:👇

1. Deixe fora os números que não são essenciais. Isto inclui a idade, o peso e a altura. Deixe que os médicos se preocupem com isso.

2. Mantenha os amigos divertidos. Os depressivos procure ajudar se puder.

3. Aprenda sempre. Aprenda mais sobre computadores, artes, jardinagem, o que quer que seja. Não deixe que o cérebro se torne preguiçoso.
‘Uma mente preguiçosa é a oficina do Alemão.’ E o nome do Alemão é Alzheimer!

4. Aprecie mais as pequenas coisas. Aprecie mais.

5. Ria muitas vezes, durante muito tempo e alto. Ria até lhe faltar o ar. E se tiver um amigo que o faça rir, passe muito e muito tempo com ele/ela!

6. Quando as lágrimas aparecerem. Aguente, sofra e ultrapasse. A única pessoa que fica conosco toda a nossa vida somos nós próprios. VIVA enquanto estiver vivo.

7. Rodeie-se das coisas que ama: a família, animais, plantas, hobbies, o que quer que seja.

8. Tome cuidado com a sua saúde:
Se é boa, mantenha-a.
Se é instável, melhore-a.
Se não consegue melhorá-la, procure ajuda.

9. Não faça viagens de culpa. Faça uma viagem ao centro comercial, até a um país diferente, mas NÃO para onde haja culpa.

10. Diga às pessoas que as ama, e que ama cada oportunidade de estar com elas.

“Um dia você aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.”


——— 🍃🌷🍃 -—-

Ação e reação integram a irrevogável lei da vida.

Procure ouvir a esperança e você encontrará a certeza da vitória.

Detenha-se no bem e obterá o lado melhor das pessoas e circunstâncias.

Auxilie a alguém e esse alguém se fará canal de auxílio em seu apoio.

Promova a tranqüilidade alheia e a paz virá ao seu encontro.

Aproveite o seu tempo construindo elevação e o tempo lhe trará maravilhas.

Abençoe a vida e a vida lhe abençoará a existência.

Busque servir e o seu próprio trabalho lhe ofertará a orientação de que você necessite.

Ame aos semelhantes e os semelhantes retribuirão a você com medidas transbordantes de afeto.

Plante isso ou aquilo e você colherá dos recursos que semeou; alguém poderá dizer que isso é óbvio, entretanto, ligados no bem de todos, transfiramos-nos da palavra à vivência e decerto que surpresas iluminadas de alegria virão fatalmente a você se você experimentar.

Viver não deve ser um ato individual e egoísta.
Ame ao Próximo, como a si mesmo !

As irmãs Nair Castro e Rosinha Medeiros, Professora e Enfermeira, respectivamente, afirmam quem fazer o bem garante felicidade

republicado de rotinapremium.com.br

Existem 12 leis universais e 21 sub-leis que descrevem a relação entre causa e efeito
12 leis universais e as 21 sub-leis naturais que governam o universo
Lei da Unidade
Lei da Vibração/Ressonância
Lei da Ação
Lei de Correspondência
Lei da Causa e Efeito/Karma
Lei do Retorno/Compensação
Lei da Atração
Lei da Transmutação de Energia Perpétua
Lei da Relatividade
Lei da Polaridade
Lei do Gênero
Lei da Gestação/do Ritmo
Agora vamos entender melhor as 21 sub-leis naturais
Lei da Energia
Lei do Agora/da Eternidade
Lei da Harmonia
Lei da Afinidade Magnética
Lei da Evolução e Propósito
Lei do Livre Arbítrio
Lei da Sabedoria
Lei da Intenção e Manifestação
Lei da Abundância
Lei da Fé
Lei da Gratidão
Lei do Desapego
Lei da Resistência
Lei da Reflexão
Existem quatro princípios fundamentais de manifestação:
Lei do Amor Incondicional
Lei do Perdão
Lei do Mínimo Esforço
Lei do Compromisso
Comunhão/Associação
Lei da Oração e Meditação
Lei da Ordem Divina

O Universo é regido por Leis Naturais, e você está inserido nele. Mesmo que você não tenha conhecimento, crença ou aceitação, essas leis influenciam sua vida. Se você vive em desacordo com essas leis, sua vida se torna mais difícil e dolorosa. Portanto, se você busca a plenitude e o crescimento, é importante aprender sobre elas.

No contexto educacional, aprendemos sobre algumas leis, como a Lei da Gravitação e a Lei da Ação e Reação, que são mencionadas na Bíblia como semear e colher. No entanto, nem todas as leis são abordadas, e nem todos os professores têm conhecimento sobre o assunto. Quando possuem, geralmente não chamam a atenção dos alunos para esse ponto.

 

Existem 12 leis universais e 21 sub-leis que descrevem a relação entre causa e efeito

Essas Leis Naturais também podem ser vistas como orientações para comportamentos que promovem nosso crescimento físico, mental, emocional e espiritual. Elas estão interconectadas e baseiam-se na compreensão de que tudo no Universo é energia, inclusive nós mesmos, e que a energia se move de forma circular.

No nível microscópico, somos compostos por partículas energéticas, como elétrons e átomos, em constante movimento. Na verdade, tudo no mundo é formado por energia e está intimamente ligado a esse mar de partículas em movimento.

Nossos pensamentos, sentimentos, palavras e ações também são formas de energia. Aquilo que pensamos, sentimos, dizemos e fazemos retorna para nós e cria a nossa realidade.

A energia se move em ciclos, indo e voltando. A combinação dos pensamentos, sentimentos, palavras e ações de todos os indivíduos no planeta contribui para a formação da nossa consciência coletiva e molda o mundo que vemos diante de nós.

A boa notícia é que, como nossos pensamentos, sentimentos, palavras e ações criam o mundo ao nosso redor, temos o poder de construir um mundo de paz, harmonia e abundância. Para isso, é essencial aprendermos a controlar nossos pensamentos e emoções. O conhecimento das Leis Naturais do Universo nos auxilia nesse processo.

De acordo com Amit Goswami, doutor em Física Quântica, e Fritjot Capra, doutor em Física, as 12 Leis Universais e as 21 sub-leis são apresentadas com base nas mais recentes e rigorosas análises da Metafísica e da Física Quântica.

 

12 leis universais e as 21 sub-leis naturais que governam o universo

 

Lei da Unidade

1. Lei da Unidade – Essa lei nos ajuda a compreender que vivemos em um mundo onde tudo está interconectado. Tudo o que fazemos, dizemos, pensamos e acreditamos afeta os outros e o Universo ao nosso redor. Cada um de nós está ligado ao inconsciente coletivo, que faz parte do nosso Eu Superior. Somos todos parte de uma grande Fonte de Energia chamada Deus, e, como somos parte de Deus, somos Deus. O objetivo dessa Fonte é impulsionar a energia para a frente, criando mais energia. Assim, a vida se harmoniza e cada um de nós aumenta nossa vibração, intensificando a vibração de toda a Fonte. Quando estamos em desequilíbrio, diminuímos a vibração da Fonte, pois SOMOS UM.

Tudo o que pensamos, dizemos e fazemos afeta todas as outras pessoas. Quanto mais damos, mais recebemos; quanto mais ajudamos os outros, mais nos ajudamos. A sensação de separação é experienciada apenas na terceira dimensão ou no plano material. Quanto mais aceitarmos a nós mesmos e aos outros, menos preconceito, racismo, discriminação, homofobia, xenofobia ou identificações falsas teremos, e estaremos mais próximos da Unidade Divina. A espiritualidade não é sobre se tornar algo, mas sim sobre estar consciente, atento e presente no momento, no agora, na Unidade. Somos todos um, e aquilo que fazemos aos outros, fazemos a nós mesmos.

 

Lei da Vibração/Ressonância

2. Lei da Vibração/Ressonância – Essa lei é a base da manifestação. Tudo o que existe está em constante movimento. Somos emissores e receptores de vibração. Tudo é energia em movimento e vibração. No nível subatômico, a matéria sólida não existe como a percebemos, mas sim como um imenso campo quântico de energia, onde tudo se relaciona. Portanto, a suposta separação no mundo físico não existe do ponto de vista científico. Nesse campo quântico em que existimos, atraímos para nós pessoas, coisas e eventos que estejam na mesma frequência vibratória. Aquilo que emitimos retorna para nós. O destino é resultado direto das energias de cada um, nada acontece por acaso. Portanto, devemos nos dedicar a elevar nossa vibração por meio da meditação, oração, gratidão, perdão, bondade, paz interior e desapego. Se emitirmos amor para o mundo, receberemos de volta saúde, prosperidade, paz e felicidade. Essa lei afirma que tudo no Universo se move, vibra e segue padrões circulares.

Os mesmos princípios de vibração que ocorrem no mundo físico se aplicam aos nossos pensamentos, sentimentos, desejos e vontades no mundo etéreo. Cada som, objeto e até mesmo pensamento possui uma frequência vibracional única. Todo o Universo opera com base nesse princípio de energia vibracional. Quando Einstein descobriu que “a matéria é energia”, ele abriu caminho para a união da ciência e da metafísica. Os cientistas comprovaram que a energia não pode ser destruída, apenas transformada, e, por sua natureza, ela se move para frente ou para trás, nunca fica estagnada, pois a estagnação resulta em transformação. Você é energia, sua pele, que parece sólida, é na verdade um conjunto de trilhões de moléculas em movimento rápido, em órbita, uma ao lado da outra, com uma taxa de vibração específica, uma taxa de vida física adquirida com base na harmonia ou desarmonia com a qual você tem vivido até o presente momento. Quando você vive em harmonia plena, alcança a maior taxa de vibração possível.

 

Lei da Ação

3. Lei da Ação – Esta lei diz respeito à necessidade de agirmos em alinhamento com nossos pensamentos, emoções e palavras, a fim de manifestar coisas no plano material. Devemos realizar ações que estejam em sintonia com o que desejamos alcançar.

 

Lei de Correspondência

4. Lei de Correspondência – Essa lei estabelece que os princípios ou leis que regem o mundo físico, como energia, luz, vibração e movimento, têm correspondências no plano etéreo ou espiritual. É a ideia de “como acima, assim abaixo”, indicando que há uma conexão entre os planos físico e espiritual.

 

Lei da Causa e Efeito/Karma

5. Lei da Causa e Efeito/Karma – Essa lei afirma que nada acontece por acaso e que todas as nossas ações têm consequências. Tudo o que pensamos, falamos e fazemos envia ondas de energia para o universo, influenciando a realidade que experimentamos. Assim como toda ação tem uma reação, colhemos o que plantamos. Devemos estar conscientes de nossos pensamentos e ações para criar resultados desejáveis e evitar efeitos indesejados.

 

Lei do Retorno/Compensação

6. Lei do Retorno/Compensação – Essa lei afirma que aquilo que oferecemos aos outros retorna para nós de alguma forma. Quanto mais amor, generosidade e ajuda oferecemos aos outros, mais recebemos em troca. É a aplicação da lei da causa e efeito às bênçãos e abundância que compartilhamos. Ao doarmos, seja em tempo, amor, dinheiro ou conhecimento, movimentamos nossa energia e atraímos prosperidade em nossas vidas. O Universo reconhece nossas ações e nos retribui de acordo com a energia que emitimos.

 

Lei da Atração

7. Lei da Atração – Essa lei descreve como criamos as circunstâncias, eventos e pessoas que entram em nossas vidas. Nossos pensamentos, sentimentos, palavras e ações emitem energias que atraem energias semelhantes. Energias negativas atraem energias negativas, enquanto energias positivas atraem energias positivas. Se vibrarmos em uma frequência baixa, como apatia, tristeza, medo ou ódio, atrairemos coisas, eventos e pessoas negativas. Por outro lado, se vibrarmos em uma frequência elevada, como amor, alegria ou paz, atrairemos coisas, eventos e pessoas positivas. Nossas vibrações podem afetar o ambiente em que vivemos e influenciar as pessoas ao nosso redor. Onde concentramos nossa atenção, nossa energia flui.

Atraímos aquilo que somos e no que nos concentramos. Se estamos sendo negativos, experienciaremos negatividade. Se estamos emanando amor, experimentaremos o amor. Podemos atrair para nós apenas aquilo que possuímos. Portanto, se desejamos paz e harmonia em nossas vidas, precisamos nos tornar pacíficos e harmoniosos. O Universo deseja para nós aquilo que desejamos para nós mesmos. Ele respeita nossa consciência. Atraímos aquilo que transmitimos. O Universo nos retorna aquilo em que focamos nossa atenção, palavras, sentimentos e energia. Ele não julga se é bom ou ruim, simplesmente respeita nosso foco, livre-arbítrio, escolha e nos devolve aquilo que emitimos.

 

Lei da Transmutação de Energia Perpétua

8. Lei da Transmutação de Energia Perpétua – Essa lei declara que todos nós temos o poder de mudar as condições em nossas vidas. Vibrações mais elevadas consomem e transformam as vibrações mais baixas. Portanto, cada um de nós pode mudar as energias em nossas vidas através do entendimento das Leis Universais e aplicando os princípios de forma a efetuar essa mudança.

 

Lei da Relatividade

9. Lei da Relatividade – Essa lei afirma que cada pessoa enfrentará uma série de desafios (contrastantes) com o propósito de fortalecer a sua luz interior. Devemos encarar cada um desses desafios como uma oportunidade de crescimento e permanecer conectados ao nosso coração ao lidar com eles. Essa lei também nos ensina a comparar nossos problemas com os problemas dos outros e colocar tudo em perspectiva adequada. Não importa o quão grave percebamos nossa situação, sempre haverá alguém em uma situação pior. Tudo é relativo.

 

Lei da Polaridade

9. Lei da Polaridade – Essa lei afirma que tudo existe em um continuum e possui um oposto. Nesta dimensão em que vivemos, tudo é dual. Os opostos são semelhantes em sua natureza, mas diferentes em grau. Todos os paradoxos podem ser reconciliados. Tudo possui sua polaridade positiva e negativa, feminina e masculina, luz e trevas. É essencial viver em equilíbrio entre os polos. Podemos suprimir e transformar pensamentos indesejáveis ao nos concentrarmos no polo oposto. Essa é a lei das vibrações mentais.

 

Lei do Gênero

11. Lei do Gênero – Essa lei afirma que tudo possui seu princípio feminino (yin) e masculino (yang), e que esses princípios são a base de toda criação. Devemos equilibrar as energias masculina e feminina dentro de nós mesmos para nos tornarmos verdadeiros co-criadores.

 

Lei da Gestação/do Ritmo

12. Lei da Gestação/do Ritmo – Essa lei estabelece que tudo vibra e se move em ritmos específicos. Esses ritmos criam estações, ciclos, fases de desenvolvimento e padrões. Cada ciclo reflete a regularidade do Universo. Os mestres sabem como superar as partes negativas de um ciclo, evitando criar expectativas excessivas e não permitindo que as coisas negativas permeiem sua consciência.

 

Agora vamos entender melhor as 21 sub-leis naturais

 

Lei da Energia

1. Lei da Energia – De acordo com os físicos, incluindo os físicos quânticos, tudo no Universo é energia. Toda energia é vibração, e é por meio da vibração que as coisas e os seres se diferenciam (Teoria das Cordas). No Universo, a energia não é criada nem destruída, apenas transformada. Isso se aplica a tudo, inclusive à consciência. As diferenças na vibração alteram as propriedades das coisas, de modo que elas parecem diferentes para a nossa percepção limitada. Assim, existem formas de energia que não são perceptíveis para nós, mas ainda assim existem (exemplo: raios ultravioleta, eletricidade). Portanto, existem seres e objetos que podem não ser visíveis manifestamente, mas que são reais. Podemos não vê-los, mas podemos senti-los.

 

Lei do Agora/da Eternidade

2. Lei do Agora/da Eternidade – Na realidade, o tempo não existe. O tempo é uma convenção, um acordo social. O que chamamos de tempo foi conceituado pelos físicos em relação aos movimentos cíclicos de objetos em relação uns aos outros. Se sairmos da superfície da Terra e não pudermos observar o sol nem a lua, perderemos o conceito de tempo. Passado e futuro só têm realidade em nossas construções mentais. Não podemos fazer nada ontem ou amanhã, porque na verdade só existe o Agora.

 

Lei da Harmonia

3. Lei da Harmonia – No Universo, tudo busca alcançar o equilíbrio e a harmonia. Observe a natureza, o Planeta Terra e todo o Universo conhecido. Este plano material é um reflexo do plano astral. Tudo o que existe aqui também existe lá, mas aqui é um reflexo distorcido, temporário e ilusório. Lá, tudo é absoluto, eterno, perfeito, pleno de prazer, conhecimento e êxtase. Aqui, nos sentimos como um peixe fora d’água. A harmonia é o potencial supremo do equilíbrio. Quando você joga uma pedra em um lago, perturba a harmonia desse lago. Você é a causa, o efeito é o splash e as ondulações que se espalham para fora e depois retornam até que a harmonia seja restaurada. Da mesma forma, suas ações desarmoniosas fluem para o Universo e depois retornam a você, até que finalmente sua própria harmonia seja restaurada.

 

Lei da Afinidade Magnética

4. Lei da Afinidade Magnética – Semelhante atrai semelhante. Quando você envia energias – positivas ou negativas – para o Universo, está atraindo energias semelhantes à sua. Você é responsável por tudo o que acontece ao seu redor, inclusive acidentes, pois as vibrações estão na mesma frequência. Nada acontece por acaso. Existem afinidades que explicam propósitos e consequências de acordo com nosso nível de consciência.

Ao escolher o momento e o local de seu nascimento, você determinou a natureza ou os efeitos que irá experimentar em sua vida. Da mesma forma, antes de nascermos, tomamos decisões sobre a vida que iremos adentrar. Escolhemos nossos pais, outras pessoas para interagirem conosco e as configurações astrológicas de nosso nascimento, que determinam nosso caráter, personalidade, habilidades, limitações e os momentos fortes e fracos.

 

Lei da Evolução e Propósito

5. Lei da Evolução e Propósito – A evolução do Universo e da vida não ocorre por acaso. Existe um propósito e tudo é orquestrado de forma inteligente pela Consciência Suprema. A evolução humana está voltada para a expansão da consciência, inteligência, poder criativo e manifestação de bens que beneficiam toda a sociedade. Todos na Terra compartilham o objetivo da evolução. Estamos neste mundo material porque desejamos evoluir, independentemente de alcançarmos ou não esse objetivo.

Elevamos principalmente nossas emoções baseadas no medo e, ao fazê-lo, aprendemos a expressar o amor incondicional, elevando nossa vibração e nos aproximando de um estado de harmonia. Mesmo quando parece que não estamos evoluindo, estamos progredindo. Aprendemos com a dor de nossas ações desarmoniosas, que podem ser vistas como erros ou falhas. Dharma é o propósito evolutivo que escolhemos para nossa vida. Quanto mais respeitamos e nos alinhamos com a Lei do Carma, mais nos elevamos e transcendemos nosso carma, tornando-nos conscientes de nosso Dharma, daquilo para o qual nascemos para vivenciar. A evolução da Consciência Suprema está direcionada à sabedoria do amor.

Somos partículas atômicas da Consciência Suprema, extensões da Fonte de Energia, com as mesmas qualidades fundamentais, embora em quantidade infinitesimal. Temos uma conexão profunda com a Fonte de Energia, somos parte integrante da Consciência Suprema, que é a causa de todo o conhecimento perfeito e verdadeira felicidade. É a causa de todas as causas.

 

Lei do Livre Arbítrio

6. Lei do Livre Arbítrio – Somos totalmente responsáveis pelo que criamos por meio de nossas atitudes, e isso é chamado de livre arbítrio. Temos a liberdade de reagir diante de eventos e circunstâncias. À medida que desenvolvemos consciência espiritual, gradualmente nos desapegamos das coisas, dos resultados e das expectativas frequentemente frustrantes, e aprendemos a cultivar ações materiais e espirituais positivas. Dessa maneira, eliminamos as consequências desfavoráveis do carma e criamos perspectivas mais positivas para a vida material e espiritual através da bondade.

 

Lei da Sabedoria

7. Lei da Sabedoria – A sabedoria da consciência, também conhecida como sabedoria interna, elimina a ignorância e suas consequências negativas. Ao aprendermos a lidar com os desafios da vida com amor, consciência e dedicação, podemos superar nossas dificuldades diárias, inspirados pelo conhecimento superior da ciência espiritual.

Essa ciência nos revela claramente que somos seres espirituais e viemos ao mundo material para expandir nossa consciência. Portanto, não é sensato dedicar a maior parte do nosso tempo apenas ao mundo material. Infelizmente, parece que muitas vezes aprendemos através da dor, experimentando diretamente as consequências de nossas ações.

Quando tiramos avidamente dos outros, em vez de aprender através do amor e da sabedoria interna que isso está errado, acabamos experimentando quando os outros avidamente tiram de nós no futuro. No entanto, se tivermos sabedoria para aprender nossas lições por meio do amor e da sabedoria interna, podemos reduzir nosso sofrimento.

 

Lei da Intenção e Manifestação

8. Lei da Intenção e Manifestação – Tudo começa com um pensamento, uma ideia, um mantra, ou seja, com a palavra. Quanto mais forte e repetitivo for esse pensamento, mais rapidamente ele se manifesta, seja através da mecânica material ou espiritual da atração.

O poder criativo da mente e da inteligência é um dom inato ou adquirido que pode ser cultivado por meio da prática da meditação e da yoga, permitindo-nos transcender as limitações e imperfeições dos nossos sentidos físicos materiais.

O método científico e filosófico da autorrealização é aquele pelo qual purificamos nossa consciência, evitamos mais poluição e alcançamos um estado de perfeição. Nossos pensamentos e ações são poderosos. O pensamento é uma força criativa, e a mente humana é uma centelha da mente divina infinita.

Alinhando-nos com a Fonte Universal por meio da meditação e da oração, podemos ampliar nosso potencial criativo.

Quanto mais tempo mantivermos um pensamento puro em nossa mente, mais poderoso será o resultado. A intenção tem o poder de transformar a realidade, promovendo a manifestação daquilo que desejamos. É importante que nossa intenção seja elevada, visando o bem mais elevado para todos os envolvidos. Toda manifestação tem origem em um pensamento ou ideia. Nossas ideias e experiências criam crenças, que, por sua vez, moldam nossa realidade. Se não estamos satisfeitos com nossa realidade atual, devemos mudar nossas crenças e comportamentos.

Podemos alterar nossas crenças reconhecendo aquelas que não nos servem e programando nossa mente para criar sucesso e harmonia em nossas vidas. A mente tem um poder criativo ilimitado, e por meio da dedicação, conscientização e treinamento, podemos usar essa sabedoria para nossa evolução.

Dentro das leis físicas e espirituais, temos a capacidade de manifestar qualquer realidade que desejamos experimentar. Quando se trata de mudar nosso comportamento, devemos decidir qual comportamento desarmonioso queremos eliminar e estar dispostos a mudar nossas ações, em vez de apenas mudar nossos sentimentos em relação a algo que nos afeta.

 

Lei da Abundância

9. Lei da Abundância – Nós somos os criadores da realidade que desejamos e percebemos. No entanto, a verdade é que o Universo é infinitamente abundante. Todos os seres humanos possuem o potencial de transformar suas vidas em um paraíso de felicidade imensa. Infelizmente, a maioria das pessoas, imersa na ignorância, escolhe viver em um mundo de escassez, criando assim uma realidade ilusória. Embora muitos vejam o mundo como um lugar escasso, estamos, na verdade, em um Universo de abundância. Se decidirmos aceitar o nosso direito divino, poderemos desfrutar de uma vida abundante, pois já possuímos dentro de nós tudo o que é necessário para tornar a nossa existência terrena um paraíso.

 

Lei da Fé

10. Lei da Fé – Para atrair e manifestar aquilo que desejamos, ou seja, para criar a realidade que desejamos, é preciso acreditar com convicção e certeza absoluta. A fé não está limitada apenas à experiência religiosa; ela é uma faculdade da mente e uma abordagem mental. O medo, por outro lado, é uma forma de fé desqualificada.

 

Lei da Gratidão

11. Lei da Gratidão – Expressar gratidão pelos aspectos simples da vida e pelo que temos, mesmo que seja pouco, é o segredo para a realização de nossos sonhos. Sentir gratidão sintoniza nossas vibrações com as do Universo, permitindo que todas as coisas boas presentes no plano astral se manifestem no plano material. Quanto mais gratidão sentimos, mais recebemos, pois o Universo responde à vibração de nosso sentimento. Essa é uma lei imutável. Devemos ser gratos a todas as pessoas, coisas e eventos em nossa vida.

 

Lei do Desapego

12. Lei do Desapego – É a compreensão de que nada nos pertence, nem mesmo as pessoas de nossa família (filhos, cônjuge, pais, irmãos), amigos, animais de estimação e bens materiais. Tudo na vida é passageiro, inclusive nosso corpo físico. Devemos amar e estar presentes em tudo que nos rodeia, mas também devemos ter consciência sábia do desapego. Amar significa estar presente, mas consciente das Leis Universais, para que não sejamos abalados emocionalmente. A resistência e o apego são a origem de todo o nosso sofrimento.

Ao nos apegarmos aos bens materiais e às pessoas que cruzam nosso caminho, estamos constantemente insatisfeitos e incompletos. Quando aceitamos que tudo é transitório e mutável, encontramos a paz. Ao cultivar a consciência de que tudo é efêmero, tornamo-nos mais facilmente felizes. É a resistência àquilo que somos que causa nosso sofrimento. Em outras palavras, é a resistência à nossa realidade que gera todos os aspectos negativos de nossa vida, como problemas de relacionamento, perdas, solidão, doenças, acidentes, culpa, dificuldades financeiras, desejos não realizados, entre outros.

Ao aceitar o que é, aceitamos as circunstâncias imutáveis em nossa vida sem resistência. Algumas coisas são fatos, elas existem, e não importa o quanto resistamos a elas, não podemos mudá-las. Devemos focar em mudar aquilo que está ao nosso alcance, mas também ter a sabedoria de aceitar as situações inalteráveis como são, sem desperdiçar energia física ou mental tentando mudar o que não pode ser mudado.

Com a aceitação vem o desapego, a capacidade de desfrutar dos aspectos positivos da vida e permitir que o negativo flua através de nós sem nos afetar.

 

Lei da Resistência

13. Lei da Resistência – Aquilo a que você se opõe e resiste acaba se tornando parte da sua vida, perpetuando sua influência sobre você. A resistência é baseada no medo e, portanto, é algo que você precisa enfrentar e resolver. Quando você desconhece a verdade e se recusa a buscar o conhecimento espiritual mais elevado, é atraído cada vez mais para o medo, a angústia e os conflitos. Fluir com a vida, sem resistência, resulta em uma verdadeira transformação interior que abre as portas para a prosperidade, abundância e felicidade.

Para se libertar dos medos, angústias, depressões e ansiedades, é necessário lidar diretamente com eles, utilizando a sabedoria interior para enfrentá-los e vencer a resistência. A Lei da Resistência ensina que, quando você se depara com o medo, a melhor maneira de lidar com ele é deixá-lo ir embora, aprendendo a praticar o desapego consciente.

 

Lei da Reflexão

14. Lei da Reflexão – Essa lei afirma que as características que você reconhece nos outros, tanto positivas quanto negativas, correspondem às características que você possui em si mesmo. Aquilo que você aprecia, teme ou desgosta nos outros está presente em você e vice-versa. Na verdade, somos um reflexo uns dos outros. Uma pessoa imatura apenas projeta nos outros as partes de si mesma que não está consciente. Aquilo que você resiste em si mesmo e teme nos outros é a causa da sua principal ignorância – quem você é, de onde veio e para onde está indo.

Somos verdadeiramente inconscientes nesse sentido. Alguns ramos da Psiquiatria, Neurociência, Psicologia e Psicanálise modernas abordam essa lei, mas muitas vezes focam apenas nos sinais e sintomas superficiais, sem abordar a causa raiz da inconsciência. Portanto, somente por meio do autoconhecimento e da autorrealização, tanto material quanto espiritual, você pode se engajar em uma verdadeira reflexão sobre “Quem Eu Sou?”.

 

Existem quatro princípios fundamentais de manifestação:

  1. Aquilo que você admira nos outros é um reflexo do que existe dentro de você.
  2. Aquilo a que você se opõe e reage fortemente nos outros certamente será encontrado dentro de si mesmo.
  3. Aquilo a que você resiste e reage nos outros é algo que você teme que exista dentro de você.
  4. Aquilo que você resiste em si mesmo, você não gosta de ver nos outros.

Em outras palavras, neste mundo material, estamos aprendendo a superar o efeito do medo. Esses medos sempre serão refletidos em nossas reações aos outros, revelando claramente nossos objetivos. Uma vez que somos capazes de perceber esses padrões, ao deixarmos o medo ir embora, nos abrimos automaticamente para expressar o amor incondicional.

 

Lei do Amor Incondicional

15. Lei do Amor Incondicional – A expressão do amor incondicional proporciona paz e harmonia. O amor incondicional não se trata de amor romântico, mas sim do amor que oferecemos sem pedir ou esperar algo em troca. É a aceitação dos outros como eles são, sem julgamentos ou expectativas, é a total aceitação dos outros sem tentar mudá-los, exceto através do exemplo positivo que oferecemos. A Lei do Amor Incondicional afirma: “Ao agir de forma a expressar o amor incondicional, elevamos automaticamente acima do medo, e ao transcendermos nossos medos, nos abrimos naturalmente para a expressão do amor incondicional”.

 

Lei do Perdão

16. Lei do Perdão – Perdoar não significa aceitar, ser conivente ou valorizar o comportamento agressivo do outro. Perdoar significa possuir essa importante virtude e ser capaz dessa conquista extraordinária, que libera uma grande energia psíquica/emocional, direcionando-a para suas conquistas e para a realização de seus desejos e sonhos. Seja inteligente e perdoe. Não desperdice energia com ressentimento, rancor, mágoa ou raiva. Liberte esses pensamentos tóxicos, pois se você os mantiver, acabarão causando doenças, fadiga e depressão.

 

Lei do Mínimo Esforço

17. Lei do Mínimo Esforço – Essa lei reafirma a Lei da Resistência e nos convida a usar o bom senso e o verdadeiro sentido de valor em tudo o que fazemos. Praticar a aceitação, aceitar pessoas, coisas e fatos como são, e não como gostaríamos que fossem. Saber que o momento é como deve ser. Assumir a responsabilidade pelas situações, sem culpar ninguém. Todo problema traz em si uma oportunidade para transformá-lo em algo de imenso benefício.

Desistir da necessidade de defender nossos pontos de vista e de convencer os outros a aceitá-los. Permanecer aberto a todos os pontos de vista, sem se prender a nenhum deles. O Universo, a Consciência Suprema ou a Fonte de Energia, chamada de Deus, não julga ninguém. Os julgamentos são invenções humanas que visam impor medo, diminuir a autoestima e controlar as pessoas.

Cada vez que discutimos, ofendemos, brigamos, falamos mal ou criticamos alguém, aumentamos a energia negativa que eventualmente se manifesta em nossos corpos sutis, até chegar ao nosso corpo físico como doenças, acidentes, etc. É preferível ficar em silêncio a proferir palavras negativas. Se as coisas não estão como desejamos, devemos avaliar nossos pensamentos, sentimentos, palavras e ações, e corrigi-los.

Aceitar as coisas como são, parar de culpar tudo e todos, e desistir de convencer os outros de nosso ponto de vista nos permitirá conquistar a felicidade com o mínimo de esforço.

 

Lei do Compromisso

18. Lei do Compromisso – Todos viemos ao mundo para expandir a consciência, e uma forma de consciência superior só pode ser plenamente feliz quando compartilha essa felicidade com todos os outros seres. Se os outros sofrem ou vibram em uma frequência baixa, o desequilíbrio afeta e incomoda a todos e ao planeta.

“Bodhisattva” é um termo sânscrito amplamente aceito pela maioria dos adeptos metafísicos atualmente, e significa aquele que transcendeu a necessidade de vir ao mundo material, mas optou por retornar à Terra para ajudar os outros a alcançarem a iluminação. Um Bodhisattva sabe que nunca será verdadeiramente livre até que todos sejam livres. A maioria dos estudantes sérios de Metafísica entra na etapa de desenvolvimento de Bodhisattva em sua evolução.

 

Comunhão/Associação

19. Lei da Comunhão/Associação – Quando duas ou mais pessoas com vibrações semelhantes se reúnem com um propósito compartilhado, sua energia combinada direcionada para a realização desse objetivo é multiplicada. Quando pessoas se unem com intenções elevadas, a força é duas vezes mais eficaz. Podemos criar satisfação global para todos dessa maneira. Quando milhares de pessoas se reúnem com o mesmo propósito, a força é imensurável. Essa consciência tem sido utilizada por clãs, religiões, grupos de cura e, recentemente, nas meditações em todo o mundo para promover a paz mundial.

 

Lei da Oração e Meditação

20. Lei da Oração e Meditação – Orar não significa se sentir culpado, inferior ou sofredor, implorar pelo perdão de Deus ou fazer pedidos. No artigo “Como Fazer uma Oração Eficaz”, mostro como fazer uma oração conectada, uma oração que realmente funciona. Na respiração, temos o sopro da vida.

Orar é respirar profundamente, elevar o sentimento de gratidão (agradecendo pela dádiva da vida e por tudo pelo qual você é grato), fazer uma conexão direcionando sua intenção para enviar energia positiva a todas as pessoas que estão orando e, em seguida, direcionar sua intenção para todas as pessoas, situações e lugares do mundo que precisam de oração – líderes políticos, religiosos e sociais, orfanatos, asilos, hospitais, instituições de caridade, áreas de refugiados, regiões em conflito, regiões afetadas por catástrofes e prisioneiros – depois direcionar sua intenção para sua família e entes queridos, seus projetos, metas e sonhos, mantendo uma vibração positiva durante todo o período de oração, visualizando tudo em paz, perfeita harmonia, alegria, saúde e felicidade.

Meditar não é concentrar o pensamento em algo, mas sim não pensar em nada, silenciar a mente para que possa sintonizar-se com a Fonte de Energia, ouvir seu Eu Interior, conectar-se à Consciência Suprema, à mente divina, entrar em contato com sua Matriz Primordial e harmonizar-se com o planeta e o Universo. Em seu livro “Amor, Medicina e Milagres”, o Dr. Bernie Siegel afirma o seguinte sobre a meditação: “Não conheço nenhuma outra atividade que contribua tanto para melhorar a qualidade de vida”. Várias pesquisas têm demonstrado o mesmo sobre a meditação.

 

Lei da Ordem Divina

21. Lei da Ordem Divina – Para compreender a Lei da Ordem Divina, estude o equilíbrio presente na natureza, pois ela opera da mesma forma. Tudo está em seu devido lugar, embora a humanidade (a nossa gestalt energética) ainda esteja distante de alcançar seu potencial máximo de harmonia, não há acidentes. A sua energia, manifestada por meio de pensamentos, palavras, emoções e ações, é responsável por todas as suas experiências. Isso garante que você sempre tenha as oportunidades de aprendizado necessárias para evoluir.

Da mesma forma, os pensamentos coletivos, palavras, emoções e ações da humanidade criam o ambiente em que todos nós vivemos. Se um número suficiente de pessoas concentrar sua energia na paz, teremos a paz. Se a maioria estiver cheia de raiva, todos podemos vivenciar experiências de guerra. SOMOS TODOS UM, e assim como as múltiplas subpersonalidades dentro de você, os traços predominantes da humanidade (a gestalt como um todo) emergem para a evolução coletiva.

Todos nós viemos a este mundo para expandir a consciência, evoluir e buscar a felicidade. No entanto, é impossível chegar a um destino específico se estivermos indo na direção oposta. Portanto, se você deseja encontrar a plena felicidade e evoluir, é crucial que você viva de acordo com essas leis, pois elas regem o Universo e você faz parte dele.

Mesmo que você desconheça, não acredite ou não aceite, essas leis governam a sua vida. É semelhante à Lei da Gravitação (conhecida como lei da gravidade): mesmo que você não saiba, não acredite ou não concorde, se você se jogar pela janela de um prédio, você cairá.

Ao viver de acordo com as Leis Naturais do Universo, seguindo o fluxo natural das coisas, sua vida se tornará mais simples e significativamente mais feliz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados
spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Manaus

Em Manaus, PF combate esquema de aliciamento e financiamento de ‘mulas’ para o tráfico de drogas

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (16) a Operação Narco Grooming, com o objetivo de combater grupo criminoso envolvido no esquema de aliciamento e...

Incêndio atinge pizzaria de Manaus após problema em ar-condicionado

Um incêndio atingiu o prédio de uma pizzaria na tarde desta segunda-feira (15), na avenida Atroaris, conjunto Renato Souza Pinto, bairro Cidade Nova, Zona...

O americano LaMar Boschman fará mentoria em Manaus

O pastor norte-americano, LaMar Boschman, ministrará a mentoria “Levanta Brasil 2.0”, nos dias 26 e 27 de abril, na Igreja Batista da Lagoinha Manaus...

Curral do Boi Garantido celebra diversidade dos povos indígenas do Brasil, neste sábado

O Movimento Amigos do Garantido (MAG) vai transformar o sambódromo de Manaus em um grande campo místico para realizar “Uma Noite Tribal”, o segundo...

Parceira da Câmara Cidadã, AMCash Bank oferece pagamento via PIX em troca de materiais recicláveis

  Uma das novidades da quarta edição da Câmara Cidadã é a parceria da CMM com a AMCash Bank, plataforma de serviços sustentáveis, logística reversa...
spot_imgspot_img

POPULARES

spot_imgspot_img

POPULARES

spot_imgspot_img