segunda-feira, maio 27, 2024
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO AMAZONASspot_imgspot_img

NOTÍCIAS ALEAM

InícioRoberto CidadeRoberto Cidade propõe que direitos adquiridos por pessoa incapazes vire Lei

Roberto Cidade propõe que direitos adquiridos por pessoa incapazes vire Lei

 

Com o objetivo de proteger os direitos pré-adquiridos por pessoas declaradas incapazes, garantindo-lhes o acesso contínuo aos benefícios já alcançados, o deputado estadual Roberto Cidade (UB), presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), apresentou e teve sancionada a Lei nº 6.808/2024. A matéria veda a suspensão do pagamento de quaisquer benefícios percebidos por pessoa declarada incapaz em razão da sua maioridade.

“Atualmente, é comum a suspensão desses pagamentos quando essas pessoas atingem a maioridade, o que causa prejuízos e insegurança financeira para esses indivíduos e suas famílias. Mas, a partir de agora não. Com a aprovação da nossa lei está assegurada a dignidade e a proteção dessas pessoas vulneráveis. Não haverá mais suspensão abrupta do pagamento de benefícios às pessoas incapazes quando completarem 18 anos”, reforçou.

Conforme a lei, fica garantida a continuidade do suporte financeiro às pessoas incapazes, permitindo que elas tenham acesso a serviços médicos, terapias e demais recursos essenciais para o seu desenvolvimento e bem-estar.

“Isso contribui para a inclusão social e o fortalecimento da autonomia dessas pessoas. A suspensão dos benefícios pode impor um peso financeiro significativo às famílias das pessoas incapazes, que muitas vezes já enfrentam desafios consideráveis em prover cuidados especiais e assistência adequada. Ao vedar essa suspensão, alivia-se o fardo financeiro das famílias e promove-se maior estabilidade econômica para todos os envolvidos”, disse.

De acordo com a lei, fica proibida a suspensão de pagamento de benefícios de quaisquer espécies, pagos pelos órgãos da administração pública estadual direta e indireta, destinados a pessoa declarada incapaz, em razão de completar a maioridade.

Estabelece, ainda, a manutenção do pagamento a “aquele que, por ocasião do nascimento, for diagnosticado com enfermidade ou deficiência irreversível, terá seu direito à averbação da condição na certidão de nascimento assegurado, desde que devidamente fundamentado em laudo médico”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Manaus

Reordenamento do Centro Comercial e Histórico é Iniciado pela Prefeitura de Manaus

Manaus – A Prefeitura de Manaus, através das secretarias municipais de Infraestrutura (Seminf); Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc); da Mulher, Assistência Social...

William Alemão denuncia precariedade do T4

O vereador William Alemão tem sido uma voz ativa em defesa dos usuários do transporte público de Manaus, denunciando as condições precárias do Terminal...

Homem Atropelado na Compensa Espera Socorro de Ambulância por Quase 2 Horas

Manaus – Na manhã desta quarta-feira (22), por volta das 6h, um homem identificado como Antônio foi atropelado na avenida Brasil, no bairro Compensa,...

Caio André denuncia alagações no Monte das Oliveiras

  O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Caio André (União Brasil), denunciou, nesta terça-feira (21/05), problema de alagações na rua Yarapé, no...

Cães auxiliaram na apreensão + de 500kg de drogas em 4 meses

Cães de faro para narcóticos ajudaram na apreensão de muitas drogas no Amazonas   Nos últimos quatro meses, os cães de faro para narcóticos da Polícia...
spot_imgspot_img

POPULARES

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img