sexta-feira, junho 14, 2024
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO AMAZONASspot_imgspot_img

NOTÍCIAS ALEAM

InícioCULTURAA maior revolta indígena do Brasil, a Confederação dos Tamoios, vira obra...

A maior revolta indígena do Brasil, a Confederação dos Tamoios, vira obra épica

 

Romance arrebatador de Víktor Waewell, Guerra dos Mil Povos: um épico durante a nossa maior revolta indígena retrata de maneira fidedigna um momento crucial para a história brasileira, embora pouco conhecido pelo público. O épico é ambientado na chamada Confederação dos Tamoios, quando indígenas e portugueses se confrontaram por décadas em batalhas no Sudeste do país.

O livro faz uma reconstituição dos acontecimentos, a partir de profunda pesquisa documental e da avaliação de historiadores, assim como o título anterior do autor, “Novo Mundo em Chamas”, que alcançou o topo dos mais vendidos na Amazon e foi semifinalista do Oceanos 2021, um dos maiores prêmios de literatura em língua portuguesa.

 

O lançamento narra a história de Afonso, um guerreiro português que vendeu a armadura e vem ao Brasil em busca de paz. No entanto, logo após ouvir a tão esperada frase “Terra à vista!”, próximo à entrada da Baía de Guanabara, escuta estouros de canhão. Estava em curso uma batalha naval entre naus portuguesas e centenas de canoas indígenas, numa época anterior à fundação da cidade do Rio de Janeiro. Ali, acontecia a chamada Confederação dos Tamoios, uma guerra de grandes proporções entre os povos indígenas e os fidalgos escravistas.

No Brasil do século XVI, o protagonista viverá uma história de amor, lutas e tragédias ao lado de Aiyra, uma nativa que busca vingança contra os portugueses. Em paralelo, tramas de outros personagens se entrelaçam, como a de Sebastião, um templário que tenta enriquecer com o comércio escravista, e a de Heloísa, uma prostituta que decidiu nunca mais se deitar por dinheiro.

As histórias costumam ser sobre feitos grandiosos dos que procuram ser dignos de lembrança. Mas a motivação quase sempre é o temor do esquecimento ou da morte, que são a mesma coisa. Assim, na verdade, a maioria trilha o caminho do medo. Já os mais corajosos fazem o que precisa ser feito sem procurar crédito, por isso as suas histórias raramente são lembradas. Sem alarde, determinam o rumo dos acontecimentos. Esta é a arte das mulheres’. Afonso foi pego de surpresa, pois não percebera ser Aiyra tão sábia. (Guerra dos Mil Povos: um épico durante a nossa maior revolta indígena, pág. 178)

O estilo único da narrativa traz uma experiência vívida, como se o leitor estivesse nas cenas. Com características de escrita consolidadas desde “Novo Mundo em Chamas”, o escritor apresenta em Guerra dos Mil Povos um enredo recheado de amor e ódio, amizades e traições, além de pitadas de humor.

Ao final, o livro apresenta uma nota histórica sobre o processo de pesquisa do autor que atesta o rigor acadêmico dos fatos. Nas palavras da historiadora Náuplia Lopes: “Sem dúvida, um dos melhores romances históricos que já li. Muito bem pesquisado e fundamentado em vasta fundamentação histórica”. Também historiador, Gláucio Cerqueira endossa: “Tudo que um romance precisa ter, laureado por um fenomenal e incansável trabalho de pesquisa histórica”.

FICHA TÉCNICA
Título: Guerra dos Mil Povos
Autor: Víktor Waewell
ISBN: 978-65-00-83554-0
Páginas: 512
Preço: R$ 54,00 (físico) | R$ 24,90 (e-book)
Onde encontrar: Amazon

Sobre o autor: Víktor Waewell é uma das novas vozes da literatura brasileira e tem foco em ficção histórica. Emprega rigor acadêmico no trabalho literário a partir de vasta pesquisa e revisão por historiadores. “Novo Mundo em Chamas”, romance de estreia do autor, tornou-se um best-seller e foi semifinalista do Oceanos 2021, um dos maiores prêmios literários de língua portuguesa. Guerra dos Mil Povos é o segundo lançamento do escritor e também tem como base um período importante da história brasileira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Manaus

Juliana Felipe de São Gabriel da Cachoeira Conquista Ouro nos JEBs 2024 e Orgulha o Amazonas

A talentosa atleta Juliana Felipe, da Acopajam, de São Gabriel da Cachoeira, brilhou nos Jogos Escolares Brasileiros (JEBs) 2024, em Maceió, conquistando uma medalha...

Polícia prende um dos suspeitos de estuprar e transmitir vírus do HIV para crianças e adolescentes

O técnico em edificações Rodrigo Wenderson Nunes dos Santos, 31, suspeito abusar sexualmente de crianças e adolescente e transmitir o Vírus da Imunodeficiência Humana...

Lançado Livro de Saberes Tradicionais Quilombolas, em N. Airão

  Um Estudo Sobre as Práticas Educativas na Escola Municipal Jaú Tambor Na noite do último sábado (8/6), Novo Airão, município da Região Metropolitana de Manaus,...

Delegado João Tayah retira placa de apologia à pena de morte em via pública

O delegado de polícia e pré-candidato a vereador pelo PT, João Tayah, retirou uma placa fixada em um poste da Avenida Torquato Tapajós, no...

“Semana Solo Seguro Favela”, Urbanismo Sustentável no Amazonas

De 3 a 7 de junho de 2024, a Corregedoria-Geral de Justiça do Amazonas (CGJ/AM) vai realizar a 1a. edição da “Semana Solo Seguro...
spot_imgspot_img

POPULARES

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img