segunda-feira, fevereiro 26, 2024
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
HomeCULTURADIVERSOSA Estrada de cada um! Como você está percorrendo a sua ?

A Estrada de cada um! Como você está percorrendo a sua ?

A ESTRADA DE CADA UM!

A estrada é a mesma, mas cada um faz a sua jornada de um jeito, mesmo que não perceba e que não entenda, mesmo que não queira, segue caminhando porque a estrada da vida é assim, se você está nela, desistir será sempre a pior opção. A estrada é cheia de ladeiras e descidas, cheia de encruzilhadas, de belas paisagens e cenários sinistros, de encontros e desencontros, encantos e desencantos, um enredo de amor e ódio, de alegrias e tristezas, sorrisos e lágrimas, não importa se você caminha com os pés no chão e a cabeça nas nuvens, descalço ou com o calçado apropriado, se você caminha sabendo aonde quer chegar ou caminha por caminhar, se a direção é sua ou se você vai pelos outros, o importante é que você tenha a percepção de que é você quem comanda as suas pernas, que você tenha consciência dos seus atos, das consequências das suas escolhas, assumindo a culpa pelos caminhos tortuosos que teve que trilhar ou se orgulhando de ter conseguido encontrar o caminho tranquilo, seguro, com brisa no rosto e sonhos que se realizam.

O inicio da nossa trajetória nessa estrada é uma surpresa, são sete, oito, nove meses, apenas tentando decifrar as sensações e os sons, são carinhos e afagos, promessas felizes e canções carregadas de bons sentimentos, mas também existem os gritos, as agressões, o desespero e o abandono, muitas vezes a vida não acontece e a estrada acaba antes de começar.

E mesmo quando a natureza segue o seu curso natural, não temos motivos para sorrir, chegamos chorando, tentando entender esse novo mundo, começando a percorrer a nossa estrada no colo, aprendendo muito a cada dia e da maneira que a estrada se apresenta, nunca subestime o poder de concentração de uma criança, elas estão atentas a tudo e assim vão se moldando, com os sentimentos que elas ainda não entendem, mas vão armazenando, tanto no consciente como no subconsciente, cada sorriso e incentivo, a atenção necessária, o sentimento de bem querer, a proteção, o alimento e o preparo para começar a dar os primeiros passos, com os valores que lhe são passados, com educação e o apoio em cada nova descoberta. Feliz de quem nasce em uma família estruturada e amorosa, pois uma multidão de crianças não tem a mesma sorte, são tratadas como um peso, um estorvo e assim vão crescendo indefesas em uma selva de pesadelos, heranças do descaso, do despreparo, resultados de aventuras, de sonhos de contos de fada, crianças gerando crianças na luta do “cada um por si”, elas se tornam vitimas inocentes, presas fáceis, pois são atiradas na estrada despidas de expectativas, vivendo um dia de cada vez da maneira que conseguem, sem uma mão estendida, sem um bom exemplo, sem afeto e sem alegria.

Quantas crianças estão por ai, nas esquinas e nos sinais, aparando as migalhas dos carros achando que essa é a única vida que existe? Quantas crianças estão trancadas em seus quartos tirando as suas próprias conclusões sobre o que pode e o que não pode ser feito? Quantas crianças deixaram de ser tratadas como crianças e agora se comportam como “adultos” pelas madrugadas? Nunca, nunca subestime o poder de concentração de uma criança, elas estão atentas a tudo e assim vão se moldando, mas sem orientação podem perder o foco do que pode ser bom para elas na caminhada dessa estrada, que elas nem percebem que já estão trilhando e muito do que agora fizerem, de certo ou errado, vai fazer a diferença lá na frente, nesse momento pode ser mais culpa nossa do que delas.

A estrada não procura culpados e nem justificativas pelos acidentes de percurso, ela está ai para ser percorrida e não importa quem você acha que é e nem o quanto você tem ou não tem, não importa a sua cor e nem a sua religião, também não importa a cidade que você nasceu e nem o país, a sua única certeza é que uma hora a estrada termina. Não existe fórmula mágica para percorrer essa estrada, pois cabe a cada um definir a melhor maneira de percorrê-la, quanto mais caminhamos mais deveríamos aprender com ela, falo deveria porque nem sempre é assim, existem pessoas que estão com mais de cinquenta anos de caminhada e continuam a dar topadas e jovens que surpreendem pela maturidade e seguem caminhando com firmeza em cada passo.

A estrada não tem limite de velocidade, mas você precisa ter muito cuidado, pois a única lei que vigora é a lei de causa e efeito, da qual, poucos conseguem escapar. O ideal seria que todos andassem nessa estrada de mãos dadas, mas isso é impossível, temos o livre arbítrio e cada um tem as suas motivações, a lições que foram passadas em casa e as lições que a própria estrada ensina.

Muitos começam a estrada correndo, mesmo sem ter aprendido a andar, largam na frente, vão avançando os sinais e vão queimando etapas vivendo a mil por hora, depois o combustível vai acabando, abasteceram com o produto errado e o motor vai entrando em pane, no entanto, com uma boa equipe, aquela que lhe criou ou a que você foi conquistando no trajeto, você tem uma chance de voltar para a estrada, a maioria não tem essa sorte. Outros caminham sem olhar para o lado, não se importam com nada a não ser em chegar na frente dos outros, alguns vão puxando os que estão à sua frente, empurrando os que estão lado, dando coices em quem vem atrás. Tem gente que anda, anda e não consegue sair do lugar, outros não conseguem mais caminhar, uns espalham amor e esperança, outros fazem apenas a sua parte, cuidam dos seus e seguem em frente, muitos querem mudar a estrada, outros tantos vão jogando pedras no caminho, a estrada está lá, apenas observa tudo e não pode fazer nada por ninguém. Nós podemos!

Todos passam pelas muitas encruzilhadas do caminho, alguns olham com tristeza, outros com desdém, uma grande parte finge que não vê as suas tragédias ou acha que não é da sua conta, geralmente quem trilha um caminho aparentemente seguro, alimentando a ilusão que está seguro e que isso só acontece com os outros, esquecendo que em muitos pontos da estrada, os caminhos voltam a se cruzar de maneiras e formas que ninguém pode imaginar. Muitas vezes, acidentalmente ou na ânsia de encontrar um atalho, você pega o caminho errado em alguma dessas encruzilhadas e quando se dá conta, o caminho se transforma, a luz cede lugar a escuridão, em cada passo há uma armadilha, você não admite mas no fundo lembra que alguém lhe alertou sobre todos os perigos, se você não lembra é porque você faz parte do perigo, na escuridão a solidão se prolifera, vira depressão, delírio e loucura, de vez em quando surge um feixe de luz de esperança, alguns se salvam, a maioria caminha cega ate cair no abismo, a estrada é só uma e nem todos os finais são felizes. A culpa não é da estrada, mesmo assim, frequentemente ela é acusada de injusta, porém, quem comanda os nossos passos? Quem faz as nossas escolhas?

A única verdade sobre a estrada, que muitos não percebem ou percebem tarde demais, é que cada passo deve ser bem aproveitado, você deve tentar ser feliz a cada instante e com o tempo, você percebe que não precisa de muito para isso, basta valorizar as pessoas que caminham com você, aproveitar o tempo com elas, assim vocês podem se aquecer nos dias de frio, enfrentar tempestades, superar obstáculos, fazendo de cada encontro um motivo para comemorar e nos momentos de tristeza, ter palavras de conforto que possam nos ajudar a fortalecer o espírito, pois devemos continuar a caminhar e caminhar de mãos dadas sempre nos fará ir mais longe!

Cada pessoa que encontramos na estrada tem o seu valor, então não devemos desmerecer ninguém, cada um tem uma história diferente e nem todos tiveram a mesma oportunidade, algumas são aquela criança, que no inicio da estrada, tiveram uma família estruturada, outras vão ser aquelas que cresceram sem ter o carinho, afeto e o exemplo e a atenção que mereciam e tanto fizeram falta no sua estrada, isso é da nossa conta sim, pois de uma maneira ou de outra, os caminhos seguem se cruzando e quando podemos fazer algo por alguém e não fazemos, contribuímos para o desequilíbrio das forças que existem na estrada. Não é tão complicado, é simples, devemos apenas tratar as pessoas como queremos ser tratados, nessa estrada, alguém sempre vai ter mais do que a gente e muitos vão ter menos, e independente disso tudo, com muito ou pouco, é você ser uma pessoa boa que vai fazer a diferença.

É que a estrada é assim mesmo, não importa a sua situação, ela sempre vai ser dura, desafiadora, mas também muito empolgante e vale a pena aproveitar cada instante e lembre-se, qualquer pessoa pode ser melhor do que é, basta se conscientizar que nessa estrada uns precisam dos outros, hoje amanhã e sempre.

CAMINHAR DE MÃOS DADAS SEMPRE NOS FARÁ IR MAIS LONGE!

 

Wanderley Freitas é bacharel em turismo, é corretor de imóveis e é compositor da Escola de Samba Reino Unido da Libertade.

Artigos Relacionados
spot_imgspot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img

Manaus

PT MANAUS : RESISTENCIA SOCIALISTA REPUDIOU O VEREADOR SASSÁ POR CRITICAR A FALA DE LULA

Os núcleos políticos que fazem parte do coletivo Resistência Socialista, que compõe o Partido dos Trabalhadores, no Amazonas, divulgou na manhã desta terça-feira (20),...

Manaus Vôlei enfrenta Araucária Vôlei pela sexta rodada da Superliga B de Voleibol

Nesta quarta-feira (21/02), às 19h (horário local), o Manaus Vôlei / Nilton Lins / Hien Kan vai em busca da primeira vitória na Superliga...

Após indicação de Kennedy Marques, conjunto Viver Melhor receberá mutirão de castração

  Após indicação do vereador Kennedy Marques (PMN), o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realizará, do dia 19 a 29 de fevereiro, mais um...

Ação e Reação. Exigências e Retribuições da Vida !

Maria Jiló é uma senhora de 92 anos, miúda e tão elegante , que todo dia às 08 da manhã ela já está toda...

Mesmo com volume de lixo maior do que em 2023, Manaus amanhece limpa pós-Carnaval

  A Operação Carnaval desencadeada pela Tumpex, empresa de coleta de lixo que atua em Manaus, retirou o equivalente a 5% a mais apenas no...
spot_imgspot_img

POPULARES

spot_imgspot_img

POPULARES

spot_imgspot_img